DESENVOLVENDO O CARÁTER DE CRISTO.

DESENVOLVENDO O CARÁTER DE CRISTO. Developing the Character of Christ.

Eu confio e isso é óbvio que apenas ir à igreja não transforma as pessoas em pessoas semelhantes a Cristo.

 

O caráter de Cristo se desenvolve em nós à medida que aprendemos a extrair VIDA dele e PARTICIPAMOS com ele em TUDO o que fazemos.

 

“E faça o que fizer, seja em palavra ou ação, faça tudo em nome do Senhor Jesus, dando graças a Deus Pai por meio dele” (Colossenses 3:17).

 

O primeiro movimento em transformação NÃO é tentar fazer coisas DIFERENTES, mas tomar tudo o que estamos fazendo atualmente e começar a fazer essas coisas PARA E COM JESUS ​​CRISTO.

 

O segundo movimento no processo de transformação é abandonar tudo o que interferir e abraçar o que quer que ajude.

 

Com o tempo, a INTIMIDADE compartilhada com Jesus produz as mudanças transformacionais.

 

Nenhum homem, nenhuma mulher, nenhum diabo e nenhum conjunto de circunstâncias dolorosas podem nos impedir de desenvolver o caráter de Cristo. De fato, situações difíceis ajudam a moldar mais a nossa personalidade.

 

Como meu mentor, o Dr. Dallas Willard ensinou: “O que nós e Deus obtemos de nossas vidas é o TIPO de pessoa que nos tornamos.”

Deus pretende que nos tornemos o tipo de homens e mulheres em quem ele pode confiar para fazer o que NÓS queremos por toda a eternidade ao reinarmos com Cristo (Apocalipse 22: 5).

 

O céu está pronto para nos ajudar. Temos que decidir se nos tornaremos semelhantes a Cristo nesta vida.

 

Como, então?

 

Jesus ensinou: “Plante uma árvore boa e seu fruto será bom” (Mateus 12:33).

 

Podemos aprender maneiras de nos abrir para as operações da graça, de modo que as fontes interiores da nossa vida se transformem em Deus. Em outras palavras, há um processo que podemos seguir pelo qual a nossa “árvore” pode ser boa.

 

Eu aprendi que essa transformação tem cinco aspectos.

 

(1) A ação soberana do Espírito Santo que nos dá “nascimento que vem de cima”. Ele inspira, nos dá poder, torna terno e fortalece nossos corações – progressivamente nos renovando. Nosso papel é BEM-VINDO ao Espírito Santo em BUSCAR sua vida e poder.

 

(2) Os ENSAIOS DA VIDA testam e treinam nossa fé. Em muitos dos testes nós falhamos. No entanto, em vez da próxima vez, apenas, “tentando com mais afinco”, descobrimos por que falhamos e inteligentemente abordamos as coisas de maneira diferente da próxima vez.

 

(3) As DISCIPLINAS ESPIRITUAIS comprovadas, praticadas regularmente, como “meios de graça”, abrem nossa vida interior para o fluxo da vida com Deus.

 

Essas disciplinas são modeladas segundo aquelas que Jesus e seus discípulos praticaram. A suposição é que, se quisermos fazer as coisas que Jesus ensinou, como “abençoar aqueles que nos amaldiçoam”, também devemos praticar o estilo de vida que Jesus viveu.

 

Disciplinas como solidão, contemplação, leitura meditativa da Bíblia, memorização das Escrituras, jejum, atos amorosos de serviço (especialmente quando ninguém está olhando), generosa ajuda aos pobres, pequena comunhão de grupo, um grupo de recuperação de 12 passos conforme necessário, adoração pública e assim por diante.

 

(4) ORIENTAÇÃO RADICAL da vida em torno da pessoa de Jesus Cristo. Não será possível para aquele que procura tornar-se como Jesus continuar vivendo a vida como pessoas “normais” vivem.

 

Viver conscientemente em sua PRESENÇA é transformador em si mesmo. Organizamos nossa vida de maneiras que melhora nossa capacidade de desejar e desfrutar da presença de Jesus mais do que QUALQUER OUTRA COISA.

 

Nós colocamos o nosso EU de lado DIARIAMENTE para segui-lo. Nós ouvimos a voz dele. Peça sua orientação. Renda à sua vontade. Receba seu conforto e força. Nós amamos, agradecemos e louvamos em particular.

 

Nós sussurramos palavras de adoração e gratidão. Nós o colocamos diante de nossa mente enquanto nos envolvemos em tudo o mais. Nós nos apoiamos ativamente em amor e bondade. Mantemos relatos curtos com pecado, medo e dúvida e raiva, entregando-os rapidamente a Jesus.

 

Aprendemos a “sempre nos regozijar, orar constantemente, dar graças em todas as circunstâncias” (1 Tessalonicenses 5: 16-18).

 

(5) Passos da OBEDIÊNCIA CUSTOS elevam-nos a níveis inteiramente novos de familiaridade com Jesus Cristo. Esses convites a obediência custosa NÃO são coisas que planejamos ou buscamos. Eles vêm até nós.

 

Arriscando esses passos sacrificiais de obediência, experimentamos o poder da ressurreição de Cristo, bem como a comunhão de compartilhar seus sofrimentos (Filipenses 3:10).

 

Obrigado por ler esses pensamentos. Estou completamente em dívida com meu mentor espiritual, Dr. Dallas Willard, em ajudar a entender esse processo de formação espiritual.

 

Os livros de Dallas, O ESPÍRITO DAS DISCIPLINAS, A CONSPIRAÇÃO DIVINA, E EM BUSCA DE ORIENTAÇÃO, serão especialmente úteis para aqueles que estejam interessados ​​em aprender mais.